Rune Breaker – Bastidores: trilha sonora

svr

Tanto em filmes quanto em jogos, a música é muito importante para dar o tom certo a cada cena. No Rune Breaker, existem vários exemplos disso. A trilha sonora do jogo é toda composta por música clássica, que combina muito bem com o universo medieval no qual o mago Killian faz sua jornada épica. Mas embora música clássica possa parecer monótona para muita gente, existem diferenças bem fáceis de perceber entre diferentes músicas e artistas clássicos, no sentimento que eles passam. Por exemplo, acima temos uma imagem de Silveron, o vilão da história, e abaixo um trecho da música que toca da primeira vez em que ele aparece no jogo, chamada “Saudade”, composta pelo australiano James Opie.

A música passa um sentimento de tensão, ameaça, perigo. E foi por isso que ela foi utilizada para apresentar nosso vilão, afinal de contas, ele representa um perigo para o nosso herói. Mas nem tudo é medo e destruição no reino de Alven. Ao apresentar os campos verdejantes que cercam as muralhas do reino de Killian, escolhemos uma música calma, com ritmo alegre e até um pouco dançante, como Hungarian Rhapsody No. 6, de Franz Liszt.

Pode parecer simples, mas criar uma boa trilha sonora para acompanhar uma história não é tarefa fácil, principalmente por que, na maioria dos casos, alguém que esteja produzindo um filme ou jogo precisa pagar por isso. Músicos e gravadoras também desejam ser reconhecidos pelo seu trabalho, e é natural que não ofereçam suas músicas para serem utilizadas de graça em outros projetos. Nestes casos, utilizar música clássica pode ser uma grande vantagem: compositores populares como Beethoven, Mozart e Chopin tem muitas de suas obras disponíveis como domínio público, ou seja, são totalmente gratuitas para baixar, modificar e distribuir, e existem plataformas online como o Musopen e o Jamendo que te ajudam a encontrar obras gratuitas de qualquer gênero musical. Isso permite que mesmo projetos pequenos possam ter músicas incríveis, que não soam repetitivas ou “clichês” e ajudam a contar suas histórias de forma envolvente.

Rune Breaker está disponível de graça na Google Play! Baixe aqui. A trilha sonora oficial está no Spotify

Resumo:

  • Uma boa trilha sonora ajuda a passar o clima certo tanto em filmes quanto em jogos

  • Músicas e sentimentos tem uma relação muito próxima, logo, é a trilha sonora do jogo deve combinar com sua premissa e com o tipo de emoção retratado na cena.

  • Um obstáculo para muitos desenvolvedores é o fato de precisar gravar a própria música ou comprá-la. Quanto a música clássica, a biblioteca é ampla e existem muitas gravações em domínio público

 

3 comentários em “Rune Breaker – Bastidores: trilha sonora

Os comentários estão encerrados.